Sites Grátis no Comunidades.net
Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Ultimas Atualizações
INDICE DOS ASSUNTOS   (17-10-2016)
GOLPE DE 64  (17-10-2016)
Snowden   (17-10-2016)
NOSTRADAMUS  (17-10-2016)
SÉCULO  (17-10-2016)

Rating: 3.4/5 (1310 votos)




ONLINE
1




Partilhe este Site...




PERON
PERON


Juan Domingo Perón foi o principal protagonista da história política argentina do século XX.

Perón nasceu em 7 de outubro de 1893 ou 8 de outubro de 1895 ( existem divergencias entre estas datas ), em uma fazenda em Roque Pérez ou a cidade de Lobos.

Reeleito em 1951, foi derrubado em 1955 por um golpe cívico-militar. Exilado, morou no Paraguai, na República Dominicana, no Panamá e na Espanha.

Retornou à Argentina em 1973, um ano antes de sua morte, e voltou a ser eleito presidente, com sua terceira esposa, María Estela Martínez, a "Isabelita", como vice. Em um dos seus primeiros atos anulou a obrigatoriedade do ensino religioso, aprovou a lei do divórcio e legalizou os prostíbulos.

Um sítio na cidade de San Vicente, na província de Buenos Aires, abriga o terceiro túmulo do homem que foi três vezes presidente da Argentina, cujo corpo já esteve na residência presidencial de Olivos, de onde foi tirado pelo ditador militar Jorge Rafael Videla pouco depois do golpe de 1976, e no cemitério de Chacarita, na capital do país, se torna sua última morada.

Na propriedade de 19 hectares situada a 40 quilômetros da capital foi construído um museu que reúne a história e os símbolos do peronismo. Seu corpo passou os dois primeiros anos na residência oficial de Olivos.

Seus restos mortais mumificados e em perfeito estado de conservação, exceto pela ausência das mãos. Em 1987, seu túmulo no cemitério de Chacarita foi arrombado.

O túmulo foi profanado em 1987 por pessoas nunca identificadas. Levaram a espada, o quepe e as mãos do presidente. O resgate de 8 milhões de dólares nunca foi pago, e as mãos continuam desaparecidas até hoje.

O corpo de Eva Perón, vitimada pelo câncer em 1952, percorreu o mundo numa incrível saga. Foi embalsamamento por uma imposição da Confederação Geral do Trabalho (CGT), maior central sindical da Argentina. Iniciado em 1946, o primeiro governo de Perón terminou com um golpe de Estado em 1955. Logo depois, militares roubaram o corpo embalsamado de Evita e o enterraram secretamente na Europa, para evitar que seu túmulo se tornasse um santuário de culto à "mãe dos pobres". Evita retornou à Argentina somente em 1974, pouco depois da morte de Perón.

Tanta obsessão pelos restos do eterno pai dos pobres argentinos tem uma explicação política. "Há uma crença de que o detentor dos corpos de Juan e Eva Perón será, por extensão, dono da tradição peronista".

 

 http://www.professornivaldo.no.comunidades.net/index.php?pagina=1358229716

http://www.professornivaldo.no.comunidades.net/index.php?pagina=1358377856

 

http://www.youtube.com/watch?v=-sDZke0uHIs