Sites Grátis no Comunidades.net
Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Ultimas Atualizações
INDICE DOS ASSUNTOS   (17-10-2016)
GOLPE DE 64  (17-10-2016)
Snowden   (17-10-2016)
NOSTRADAMUS  (17-10-2016)
SÉCULO  (17-10-2016)

Rating: 3.4/5 (1320 votos)




ONLINE
1




Partilhe este Site...




SÓCRATES
SÓCRATES


José Sócrates Carvalho Pinto de Sousa (Vilar de Maçada, Alijó, 6 de Setembro de 1957) é um político português.

FOI O  Primeiro-ministro de Portugal de 12 de Março de 2005 à 23 de Março de 2011 , e Secretário-geral do Partido Socialista desde Setembro de 2004. Durante o segundo semestre de 2007 assumiu, por inerência, a presidência rotativa do Conselho da União Europeia.


É licenciado em Engenharia Civil pela Universidade Independente (Lisboa, 1996) e freqüentou o mestrado em gestão de empresas do ISCTE (Lisboa, 2005).

Estudou nas escolas básicas e na Escola Secundária Frei Heitor Pinto, situadas na Covilhã, cidade onde viveu na sua juventude. Ingressou em 1975 no recém-criado Instituto Superior de Engenharia de Coimbra (ISEC), em Coimbra, tendo obtido, em 1979, um diploma de bacharelato como engenheiro técnico civil.

Entre 1987 e 1993, esteve matriculado no curso de Direito da Universidade Lusíada, em Lisboa,mas não concluiu.

Participou no curso de Engenharia Sanitária para engenheiros municipais da Escola Nacional de Saúde Pública.

 Em 1996, obteve um diploma de licenciatura em engenharia civil pela Universidade Independente.

A carreira política iniciou-se logo após a Revolução dos Cravos, como membro da JSD da Covilhã, de onde saiu, logo no ano seguinte. Já no Partido Socialista, ao qual se filiou em 1981, tornou-se presidente da concelhia da Covilhã e presidente da federação distrital de Castelo Branco, cargo que ocupou entre 1986 e 1995. Em 1987, foi, pela primeira vez, eleito deputado, pelo distrito de Castelo Branco.

A sua primeira intervenção enquanto deputado numa questão de âmbito nacional consistiu na defesa de projecto-lei legalizando a possibilidade da prática do nudismo. A sua personalidade chamou a atenção dos dirigentes do partido e passou a integrar o Secretariado Nacional do Partido Socialista, em 1991.

Em 1995, tornou-se membro do primeiro Governo de António Guterres, ocupando o cargo de Secretário de Estado Adjunto do Ministro do Ambiente. Dois anos depois, tornou-se Ministro-adjunto do Primeiro-ministro, com as tutelas da Toxicodependência, Juventude e Desporto. Foi nessa qualidade que se tornou num dos impulsionadores da realização, em Portugal, do Euro 2004.

Em Outubro de 1999, já no segundo Governo de António Guterres, transitou para a pasta de Ministro do Ambiente e do Ordenamento do Território, cargo que ocupou até à tomada de posse do XV Governo Constitucional, em Abril de 2002. Enquanto ministro, foi protagonista de diversas polémicas, como a questão da co-incineração de resíduos tóxicos, bem como o licenciamento do Freeport, o maior "outlet", a céu aberto da Península Ibérica, que, violando os sucessivas pareceres desfavoráveis da Comissão Europeia, o fez cair sob a alçada da Polícia do Reino Unido.

Conduziu o PS nas eleições legislativas de 2005, apresentando-se como cabeça de lista pelo distrito de Castelo Branco. Ganhou as eleições com maioria absoluta  e tornou-se Primeiro-Ministro de Portugal, em 12 de Março de 2005.

Durante o seu exercício da Presidência rotativa da União Europeia, no segundo semestre de 2007, foi assinado, pelos 27 Estados-membros da União, o Tratado de Lisboa.